quinta-feira, abril 10, 2014

Pré-indicados ao HQMIX 2014

Foto: Marília Mendes

Chegou a hora de conhecermos os Pré-Indicados ao 26º Troféu HQMIX. Como todos já sabem são sete indicados em cada uma das categorias abertas para voto, esta lista ficará neste blog por um período de duas semanas, para apreciação e comentários de todos o que desejarem se manifestar, de forma respeitosa e com contribuições positivas à premiação. Não serão tolerados comentários que ofendam a integridade e a moral de qualquer pessoa, seja da Comissão Organizadora, dos jurados, autores, projetos, etc. Se existir serão excluídos.
Após este período os jurados verão se mantêm as indicações ou se haverá modificação em algum item, então a cédula final será apresentada e terá início o processo de votação.
Este ano temos no júri nossos tradicionais colaboradores, nesta etapa dos trabalhos: Heitor Pitombo, Marcelo Naranjo e Télio Navega e, contamos com a participação de Michelle Ramos, Daniel Lopes e Jota Silvestre, todos profissionais intimamente ligados aos quadrinhos e com ampla experiência para a tarefa, a quem agradecemos publicamente por terem separado um tempo em seus afazeres diários em favor do prêmio.
Will (presidente do júri) e Comissão Organizadora do 26º Troféu HQMIX

Bom, então vamos conhecê-los!

ADAPTAÇÃO PARA OS QUADRINHOS
A Mão e a Luva (Peirópolis)
Eu, Fernando Pessoa (Peirópolis)
Hamlet (Nemo)
O Maravilhoso Mágico de OZ (Panini)
Peter Pan (Nemo)
Dom Casmurro (Devir)
Pobre Marinheiro (Balão)

DESENHISTA ESTRANGEIRO
Adam Hughes (Antes de Watchmen)
David Aja (Gavião Arqueiro)
Eduardo Risso (100 Balas)
Enki Bilal (Tetralogia Monstro)
Reinhard Kleist (O Boxeador)
Sylvain Vallée (Era uma vez na França - vol.1)
Skottie Young (O Maravilhoso Mágico de OZ)

DESENHISTA NACIONAL
Alex Genaro (A Mão e a Luva e Válkiria)
Gustavo Duarte (13 e Chico Bento - Pavor Espaciar)
Magno Costa (Mary e 2028)
Mario Cau (Terapia e Dom Casmurro)
Rafael Coutinho (Beijo Adolescente 2)
Shiko (Piteco - Ingá e O Azul Indiferente do Céu)
Vitor Cafaggi (Turma da Mônica - Laços e Valente Por Opção)

DESTAQUE INTERNACIONAL
André Diniz (Duas Luas)
Cris Peter (Astronauta - Magnetar)
Danilo Beyruth (Astronauta - Magnetar)
Greg Tocchini (Sequence Shot (Dead Hamister)
Ivan Reis (Liga da Justiça)
Mike Deodato (Vingadores Sombrios - Reinado Sombrio)
Rafael Albuquerque (Vampiro Americano)

EDIÇÃO ESPECIAL ESTRANGEIRA
Azul é a Cor Mais Quente (Martins Fontes)
Crônicas de Jerusalém (Zarabatana)
Era uma vez na França – vol. 1 (Galera/Record)
O Boxeador (8inverso)
Pobre Marinheiro (Balão)
Você é Minha Mãe? (Quadrinhos na Cia.)
Tetralogia Monstro (Nemo)

EDIÇÃO ESPECIAL NACIONAL
Chico Bento – Pavor Espaciar (Panini)
Friquinique (Independente)
Parafusos, zumbis e monstros do espaço (Veneta)
Piteco – Ingá (Panini)
Sabor Brasilis (Zarabatana)
Terapia (Novo Século)
Turma da Mônica – Laços (Panini)

EDITORA DO ANO
Balão
HQM
Mythos
Nemo
Panini
Veneta
Zarabatana

EVENTO
Brasil Comic Con
Comic Mania XV
FIQ
III Ugra Zine Fest
Komikong 2
Mercado de Pulgas
Multiverso Comic Con

EXPOSIÇÃO
Abobrinhas da Brasilônia (Caixa Cultural, SP)
Cidades em tiras: A metrópole brasileira através das histórias em quadrinhos (Sesc Santo André - SP)
Entre Ideias e Rascunhos (Sesc Palladium, Belo Horizonte)
Exposição Lelis (FIQ 2013)
HQBR21 – O Quadrinho brasileiro no Novo Século (Sesc Belenzinho - SP)
Ícones dos Quadrinhos (FIQ 2013)
Tezuka, O Rei do Mangá (Castelinho do Flamengo, RJ)

LIVRO TEÓRICO
Anuário dos Fanzines 2013 (Independente)
A arte de Ozamu Tezuka – Deus do Mangá (Mythos)
A arte de quadrinizar. Filosofia e prática (WMF Martins Fontes)
Marvel Comics. A História Secreta (Leya)
Os Pioneiros no Estudo dos Quadrinhos no Brasil (Criativo)
Os quadrinhos na era digital. HQtrônicas, webcomics e cultura participativa (Marsupial)
Will Eisner. Um sonhador dos quadrinhos (Editora Globo)

NOVO TALENTO – DESENHISTA
Alcimar Frazão (Me & Devil)
Camilo Solano (Inspiração - Deixa entrar Sol nesse Porão)
João Azeitona (Imaginários em Quadrinhos)
Juscelino Neco (Parafusos, Zumbis e Monstros do Espaço)
Lu Cafaggi (Turma da Mônica - Laços)
Luciano Salles (O Quarto Vivente)
Pedro Cobiaco (Harmatã)

NOVO TALENTO – ROTEIRISTA
Bruno Azevêdo (Baratão 66)
Camilo Solano (Inspiração - Deixa entrar Sol nesse Porão)
Emilio Fraia (Campo Branco)
Fabio Coala (O Monstro)
Juscelino Neco (Parafusos, Zumbis e Monstros do Espaço)
Liber Paz (As Coisas que Cecília Fez)
Pedro Cobiaco (Harmatã)

PRODUÇÃO PARA OUTRAS LINGUAGENS
Arrow (Série de TV)
Azul é a Cor mais Quente (Filme)
Batman - Arkham Origins (Game)
Cena HQ (Caixa Cultural)
Luz, Anima, Ação (Documentário dirigido por Edu Calvet)
Marvel’s Agents of S.H.I.E.L.D. (Série de TV)
Vida de Estagiário (Série de TV)

PROJETO EDITORIAL
Antes de Watchmen (Panini)
Coleção Oficial de Graphic Novels Marvel (Salvat)
Coleção Moebius (Nemo)
Coleção Zug (Balão Editorial)
Graphic MSP (Panini)
Ícones dos Quadrinhos (Independente)
Mônica(s) (Panini)

PUBLICAÇÃO DE AVENTURA/TERROR/FICÇÃO
20th Century Boys 3-8 (Panini)
Demolidor (Panini)
J. Kendall 98-106 (Mythos)
Juiz Dredd Magazine (Mythos)
Piteco – Ingá (Panini)
Sweet Tooth 3-4 (Panini)
The Walking Dead 4-18 (HQM)

PUBLICAÇÃO DE CLÁSSICO
Os Companheiros do Crepúsculo (Nemo)
Fradim (Henfil – Educação de Sustentabilidade)
Ken Parker – Os Condenados (Cluq)
Luluzinha: Quadrinhos Clássicos dos Anos 1940 e 1950 (Pixel)
Monstro do Pântano – Raizes Vol. 1 (Panini)
O Fantasma – Os Piratas do Céu (Pixel)
Os Grandes Artistas da Mad: Sergio Aragonés (Panini)

PUBLICAÇÃO DE HUMOR GRÁFICO
A Mente Suja de Robert Crumb (Veneta)
Chico Bento – Pavor Espaciar (Panini)
...E Depois a Maluca sou Eu (Peixe Grande)
Gervásio e Jandira, 20 anos de Humor (Zappa)
O Lixo da História (Cia das Letras)
Os Grandes Artistas da Mad: Sergio Aragonés (Panini)
Pago Pra Ver (Instituto Estadual do Livro)

PUBLICAÇÃO DE TIRA
Amok  (Mórula Editorial)
Calvin – Existem Tesouros em Todos os Lugares (Conrad)
Coelho Nero (Independente)
Macanudo 6 (Zarabatana)
Níquel Náusea: Siga Seus Instintos (Devir)
Overdose Homeopática (Independente)
Valente por opção (Panini)

PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE DE AUTOR
As Coisas que Cecília Fez (Liber Paz)
Beijo Adolescente 2 (Rafael Coutinho)
Bira Zine # 2 (Bira Dantas)
Feliz Aniversário, Minha Amada (Brão Barbosa)
Nem Morto 2 (Léo Finocchi)
O Monstro (Fábio Coala)
Quadrinhos A2 3 (Cris Eiko e Paulo Crumbim)

PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE DE GRUPO
Café Espacial 12
Friquinique
Loki
Máquina Zero
Quad
Surfista Calhorda
Visualizando Citações

PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE EDIÇÃO ÚNICA
Baratão 66 (Bruno Azevêdo e Luciano Irrthum)
Harmatã (Pedro Cobiaco)
O Azul Indiferente do Céu (Shiko)
O Quarto Vivente (Luciano Salles)
Overdose Homeopática  (Marco Oliveira)
São Paulo dos Mortos (Daniel Esteves e vários autores)
Vizinhos (Laerte)

PUBLICAÇÃO INFANTOJUVENIL
Clássicos do Cinema Turma da Mônica (Panini)
Chico Bento Moço (Panini)
Combo Rangers: Somos Heróis (JBC)
Cosmonauta Cosmo! (Mingulin/Quadrinhos Rasos)
Futuros Heróis (Desiderata / Nova Fronteira)
Gigantes, Cuidado! (V&R)
O Amuleto – A Maldição do Guardião da Pedra (Fundamento)

PUBLICAÇÃO MIX
Friquinique! (Independente)
Imaginários em Quadrinhos Vol. 2 (Draco)
Juiz Dredd Magazine (Mythos)
Máquina Zero (Independente)
Surfista Calhorda (Independente)
Vertigo Especial – Atire & Outras Histórias (Panini)
X-O Manowar (HQM)

ROTEIRISTA ESTRANGEIRO
Alison Bechdel (Você é Minha Mãe?)
Brian K. Vaughan (Ex-Machina - vol. 10)
Guy Delisle (Crônicas de Jerusalém)
Jason Aaron (Escalpo)
Mark Waid (Demolidor)
Reinhard Kleist (O Boxeador)
Robert Kirkman (The Walking Dead)

ROTEIRISTA NACIONAL
André Diniz (Z de Zelito)
Daniel Esteves (São Paulo dos Mortos)
Estevão Ribeiro (Futuros Heróis)
José Aguiar (Folheteen - Direto ao Ponto)
Shiko (Piteco - Ingá)
Vitor Cafaggi (Turma da Mônica - Laços)
Wellington Sberk (Hamlet)

TIRA NACIONAL
Chiclete com Banana (Angeli)
Manual do Minotauro (Laerte)
Níquel Náusea (Fernando Gonsáles)
Os Passarinhos (Estevão Ribeiro)
Preto no Branco (Allan Sieber)
Quase Nada (Fabio Moon e Gabriel Bá)
Valente (Vitor Cafaggi)

WEB QUADRINHO

WEB TIRA

104 comentários:

Alex Genaro disse...

Caramba! Estou feliz por ter sido lembrado! Ótima notícia!

Marcelo Grisa disse...

Alguma previsão pras inscrições de TCCs sobre quadrinhos?

Don Rodrigone disse...

Bela lista. Parabéns pelo difícil e ótimo trabalho dos envolvidos. Sei que não é fácil fazer uma lista desse porte. Sugestão inicial: Com tanta coisa bacana no Brasil, porque deixar de fora da categoria "PUBLICAÇÃO DE AVENTURA/TERROR/FICÇÃO" algo tão legal como "São Paulo dos mortos" e algumas outras nacionais? E na categoria "editora do ano" tem Mythos, mas não tem Cia das Letras ou Martins Fontes (Que lançou o maravilhoso "Azul é a cor mais quente"). Valeria a pena revisar.

Troféu HQMIX disse...

Em breve falaremos sobre os TCC, Mestrado e Doutorado.

Milena Larissa Varella de Azevedo disse...

Baita complicação deve ter sido selecionar tanta gente e publicação acima da média que tivemos ano passado.

Fiquei deveras feliz pelo Visualizando Citações estar entre os pré-selecionados, mas gostaria de indicar para evento a FLiQ - Feira de Livros e Quadrinhos de Natal, que ano passado trouxe Mauricio de Sousa como convidado e apresentou o maior público em eventos que ele já juntou: quase seis mil pessoas.

Sidney Gusman disse...

Sei muito bem o trabalho que dá fazer essa lista (integrei a comissão por mais de 15 anos), então, de cara, parabéns pelo trabalho.

No entanto, senti falta de alguns trabalhos e estranhei certas indicações. Por isso, seguem meus comentários. Espero que eu possa contribuir para a lista final de indicados.

ADAPTAÇÃO PARA OS QUADRINHOS
Sugiro que pensem em incluir A guerra dos botões, excelente álbum publicado pela Salamandra, que adapta o romance escrito por Louis Pergaud.

DESENHISTA ESTRANGEIRO
Adam Hughes (apesar de adorar ele, teve gente melhor em super-heróis, como o Steve McNiven, por exemplo, que, aliás, teve mais HQs que o Hughes lançadas aqui)
Davi Aja (confesso que não entendi: ele é ótimo, mas em 2013 saiu apenas UMA edição dele, na revista Capitão América. O Paolo Rivera, de Demolidor, por exemplo, foi bem mais publicado. E ainda tivemos o espetacular John Cassaday, de Planetary, que teve dois volumes inteiros em 2013)

DESENHISTA NACIONAL
Todos bons nomes, mas gostaria de sugerir que pensassem no Jefferson Costa, de A dama do Martinelli

EDITORA DO ANO
Acho estranho não ver a JBC nas pré-indicadas, pois ela vem fazendo um belo trabalho, inclusive lançando uma HQ nacional: Combo Rangers

NOVO TALENTO – ROTEIRISTA
Só corrigindo: o sobrenome do Bruno é Azevêdo, com acento

PROJETO EDITORIAL
Duas observações.

1) Além de questionar a qualidade de Antes de Watchmen (que acho uma tranqueira, mas aí é gosto pessoal), não vejo como projeto editorial, pois a única diferença em relação ao original foi compilar as minisséries em encadernados. Gostaria de sugerir as coleções de estatuetas da Eaglemoss, que trazem um material editorial bacana. E foi a primeira vez que se arriscou trazer essas coleções ao Brasil (na Europa, saíram faz mais de dez anos). E também o trabalho da Panini no selo Vertigo, este, sim, um belo projeto editorial.
2) Sem parecer demagogo, acho que, por ter ganhado no ano passado, a Graphic MSP não deveria estar na lista. Senão, pode aparecer todo ano, e penso que deveriam privilegiar ideias novas. Exemplo: Combo Rangers, que aliou o Catarse a uma editora.

PUBLICAÇÃO DE AVENTURA/TERROR/FICÇÃO
Não entendi a presença de Juiz Dredd Magazine aqui! É uma revista mix. Enquanto isso, coisas excelentes como Transmetropolitan – Cidade solitária e O maravilhoso Mágico de Oz (mesmo já estando nas adaptações, achei brilhante) não aparecem. Não seria o caso de repensar?

PUBLICAÇÃO DE CLÁSSICO
Sei bem que gostos pessoais são complicados, mas Monstro do Pântano – Raízes Vol. 1? Foi um resgate bacana, mas está muito, muito longe da fase do Alan Moore, que certamente brigará nesta categoria no ano que vem. Ao mesmo tempo, ficaram de fora quatro materiais excelentes: As diabruras de Quick e Flupke, da Globo, e Reino do Amanhã, Sandman – Volume 4 e Preacher 3, todos da Panini. Fica a sugestão para uma reavaliação.

PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE DE AUTOR / PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE EDIÇÃO ÚNICA
Caros, me desculpem, mas estas categorias são rigorosamente iguais. O que faz, por exemplo, que a obra X não esteja em uma e não na outra? Como nos últimos anos o HQ Mix enxugou tantas categorias, acho no mínimo estranho essas duas ainda coexistirem, com critérios tão difíceis de entender.

E sobre os indicados, acho um pecado Folheteen, do José Aguiar, não ter sido incluído em nenhuma das duas. Foi uma das melhores HQs nacionais de 2013. Até porque, ele foi merecidamente indicado como roteirista.

PUBLICAÇÃO INFANTO-JUVENIL
Caros, sem medo de ser acusado de legislar em causa própria, confesso que estou tentando entender a ausência de Turma da Mônica – Laços dentre os pré-indicados. Até entenderia se fosse pela presença da obra em Edição Especial Nacional, mas a lista está repleta de obras concorrendo em duas categorias. E essa foi a HQ nacional (fora as mensais do Mauricio) mais vendida e repercutida no Brasil no ano passado, todos devem lembrar. E, obviamente, se encaixa nessa categoria. Peço que avaliem isso.

Outra sugestão para a mesa: A narradora das neves, da Nemo, uma excelente HQ infanto-juvenil.

Abraço

Roberta Rivas disse...

As Traumáticas Aventuras do Filho de Freud! A melhor webhq!

Marcelo Fontana disse...

Bom... só um comentário: Tiki foi um quadrinho que a dupla Berardi e Milazzo produziu na década de 70, ambientada na amazônia durante a construção da Rodovia Transamazônica, com sérias críticas quanto ao massacre de índios que ocorreu no período. Havia sido publicada em vários idiomas, mas nunca havia ganhado uma edição brasileira até 2013.
Bem que merecia uma indicação como Publicação de Clássico.
http://www.universohq.com/reviews/tiki-menino-guerreiro/

Fábio Paiva disse...

Enviei um e-mail para apresentar minha dissertação, publicada em livro em 2013.

Agradeço.

Bruno Leite disse...

Olá, eu gostaria de deixar minha sugestão para tiras online
do desenhista Felipe Sena
http://felipersena.blogspot.com.br/

Felipe Sena disse...

Eu gostaria de deixar minha sugestão aqui
Folheteen do José Aguiar- Direto ao ponto para
EDIÇÃO ESPECIAL NACIONAL, PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE DE AUTOR e desenhista

O trabalho está fantástico!

Cassius Medauar disse...

Bom pessoal, mais uma vez vocês deixaram os mangás de lado na lista, o que é muito feio, visto que os mangás são praticamente 50% das publicações em banca e saíram muitas coisas foda no ano passado.

Um paliativo para amenizar poderia ser o de criar duas ou três categorias especificas de mangá, mas não acho que seria o certo. Seguem abaixo várias indicações que acho que faltaram:

ADAPTAÇAO PARA QUADRINHOS
Crime e Castigo de Osamu Tezuka – Saiu pela New Pop

DESENHISTA ESTRANGEIRO
John Cassaday - Planetary
Naoki Urasawa – Monster
Oh Great – R-Gear
Yuji Iwahara – Senhor dos Espinhos
Kazue Kato – Blue exorcista
Mary Yamazaki – Thermae Romae

DESENHISTA NACIONAL
Lobo Borges – Ledd 3
Erica Awano – Holy Avenger

EDIÇAO ESPECIAL NACIONAL
Combo Rangers – Somos Herois

EVENTO
Henshin + - Evento anual da editora JBC que reúne fãs e profissionais da área, Isto é algo que nenhuma outra editora faz.

NOVO TALENTO
Alexandre Lourenço – Robo Esmaga

PROJETO EDITORIAL
Super Onze – 1o mangá de futebol no Brasil lançado em formato gibi em formato “turma da monica”, barato, para bancas para tentar criar novos leitores para o mercado.
Combo Rangers – 1o projeto que contou com parceria Catarse + editora para publicação de um quadrinho nacional.
Death Note Black Edition

PUBLICAÇAO DE AVENTURA/TERROR/FICÇAO
Monster
Old Boy
Senhor dos Espinhos
Bakuman

PUBLICAÇAO DE CLASSICO
Death Note Black Edition
Rurouni Kenshin
Sakura
Rayearth
Gen – Pes descanços
Kimba – Osamu Tezuka

PUBLICACAO DE HUMOR GRAFICO
Thermae Romae

PUBLICAÇAO INFANTO JUVENIL
Super Onze

ROTEIRISTA ESTRANGEIRO
Naoki Urasawa – Monster e 20o century
Tsugumi Ohba – Death Note
Garon Tsuchiya

ROTERISTA NACIONAL
J.M. Trevisan – Ledd
Marcelo Cassaro – Holy Avenger

WEB QUADRINHO
Ledd 3

Obrigado.
Cassius Medauar

Asura F.C. disse...

Gostaria de indicar para Web Tiras o trabalho do Felipe Sena com a tira do Hugo http://felipersena.blogspot.com.br/
Um trabalho bem interessante.

Logobyfogo Propaganda disse...

Posso indicar sem receios um trabalho fantástico de dissertação de mestrado: EDUCAÇÃO E VIOLÊNCIA NAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS DE BATMAN
1ª edição - 2013 - Editora Universitária UFPE
ISBN 9788541502849
Autor: Fábio da Silva Paiva

Abrange o tema de maneira clara e bem didática. Um trabalho simplesmente maravilhoso! Imperdível!

José Aguiar disse...

Agradeço a todos do HQMIX pelas duas indicações por Folheteen e pelo Cena HQ. Fiquei muito contente pela vitória que já é ter trabalhos valorizados já nessa pré-lista. Mas gostaria de pedir que fossem feitas correções em ambas as grafias dos projetos. Onde está "Folheteem" o correto seria "Folheteen - Direto ao Ponto", que é o livro que lancei ano passado. Onde está "Cena HQ Brasil", o correto é apenas "Cena HQ", é o nome que adotamos desde o ano passado para o projeto, pois agora adaptamos também obras de autores estrangeiros para o teatro. Muito obrigado!

Felipe Sena disse...

Gostaria também de indicar para Publicação Independente Edição Única-O Quarto Vivente (Luciano Sales)

Denis Mello disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Felipe Sena disse...

Opa mais uma aqui!!!!minha indicação Amok (Mórula Editorial) para PUBLICAÇÃO DE TIRA

Lillo Parra disse...

Caras, o Sidão já sugeriu o nome do Jefferson. Na boa, o Jefferson sempre merece. Faltou a indicação (já esquecida no ano passado, onde havia feito de maneira belíssima A Tempestade).

Agora legislando em causa própria mesmo (já que fiz parte do Conselho Editorial):
Tiki merecia uma indicação na categoria Clássicos.
O volume que saiu do Monstro do Pântano, na verdade, é bem mequetrefe pra estar ali.

E claro, parabéns a todos. Minha opinião é apenas no sentido de chamar a atenção para alguns pontos que poderiam ser observados. Mas no fim não passa disso: uma opinião.

Grande abraço!

Lillo Parra

JAL disse...

Desde que entrou esse processo de um juri de mídia, conhecedores das publicações e lançamentos, começaram a cuidar da pré-lista de indicados e depois dos indicados finais, acho que ganhamos muito na discussão de tantos lançamentos e eventos que acontecem durante o ano. Parabéns aos jurados que fazem isso voluntariamente em algo que dá muito trabalho. Para mim acho que Laços deveria entrar no lugar de Chico Bento Jovem em infanto/juvenil porque foi muito forte e está ajudando a criar um público de graphic nacional que antes não havia. Não desvalorizando o chico bento Jovem que também é uma grande ideia mas só para trocar uma indicação da MSP por outra. No decorrer da discussão que mostra que temos muitos bons concorrentes, vou m entrando.

JAL disse...

Ah! Nas editoras indicadas vale o esforço da JBC que se recriou nesse 2013 e lançou bom material no mercado. Além do Combo Rangers.

DeMinas disse...

Poxa, acho que o Willtirando também deveria entrar na lista de Web tira.
E o livro " Eu matei o Libório" deveria entrar na categoria "publicação independente do autor".

Dois cartunistas excelentes com traços bem peculiares.

Danielle Barros Fortuna disse...

Gente, Como a obra prima BIOCYBERDRAMA SAGA pôde ficar de fora? Uma obra de ficção científica brasileira, com roteiro do mestre Edgar Franco e arte do lendário Mozart Couto?
Estranhei DEMAIS nem estar nos indicados...desanima.

Sidney Gusman disse...

Caros, lembrei aqui de uma sugestão em EXPOSIÇÃO: Mônica - 50 Anos, que ficou um mês em cartaz em São Paulo, com grande cobertura da mídia. Quem viu, sabe o quão legal estava.

Abraço

Eddy Barrows disse...

Oi Pessoal, eu concordo com varios dos comentários do Sidney Gusman e tambem gostaria que vcs analise a questão Destaques Internacionais, por favor nao desmerecendo ninguem, muito pelo contrario esse tópico esta cheio de feras, mas que critérios vcs estao usando para selecionar os nomes??? Vcs estao deixando de fora nomes importantes que realmente estao fazendo a diferença la fora, e colocando outros nomes que somente agora estao chegando la fora e olha que eu cheguei da Europa a 2 meses atras e dos Estados Unidos a 5 meses, estive em eventos de quadrinhos, fui a muitas Comics Shops USA e varias Revisterias na europa, fora o bate-papo com editores e fás de quadrinhos la fora e alguns dos nomes citados nesse tópico eu nao encontrei nenhum material, creio que Astronauta Magnetar e o livro do Andre nao deveria estar inclusos em Destaques Internacionais, mais sim em outra categoria, esse quesito para mim deveria ser para aqueles que publicam la fora, que e o caso do Mike Deodato, Ivan Reis, Rafael Albuquerque e o Greg Tochinni.
Nomes como Paulo Siqueira, Joe Bennett, Ed Benes, Luke Ross, Jack Herbeth , Joe Prado que trabalham para os Estados Unidos, Ricardo Manhaes entre outros que fazem bonito no mercado Europeu, eu acho que vcs precisão reavaliar os nomes sugeridos e os critérios adotados, sejam por venda, titulo de destaque, sucesso de critica ou pelo conjuto da obra.

Abracos a todos e fica aqui a minha observação .
Eddy Barrows

Vitor Cafaggi disse...

Muito obrigado pelas pré-indicações. Gostaria apenas que acrescentassem minha irmã, Lu Cafaggi, junto do meu nome na categoria ROTEIRISTA NACIONAL. Nós dois escrevemos 'Turma da Mônica - Laços' juntos. Grato, Vitor Cafaggi

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Unknown disse...

Acredito que falo em nome dos outros autores quando agradeço a indicação do álbum Futuros Heróis e, legislando em causa própria sem medo de ser feliz(rs), deixo pros leitores a indicação da minha webtira, "Alfredo, o vampiro":

http://www.alfredovampiro.blogspot.com.br

Estevão Ribeiro disse...

Caros, agradeço muito essa "primeira lembrança" de Futuros Heróis e Os Passarinhos e uma vaguinha entre os pré-indicados a roteirista.

No caso de Futuros Heróis, tem muita gente boa junto e é uma honra vê-los reunidos num projeto que visa resgatar os quadrinhos nostálgicos/heróicos.
Os Passarinhos sentiram falta dessa (pré)lista, com certeza.

E roteiristas, o que posso dizer? Somos homens das letras espremidos entre o chefe André e a emocionante dupla Vitor e Lu. Uma honra.
A seleção está ótima, parabéns aos amigos e amigas que doam tempo para que esse projeto saia sempre.

Abraço!

Guilherme Kroll disse...

Foda, muito emocionado com as lembranças da Balão Editorial. Obrigado a todos pelas pré-indicações.

SANTIAGO ABREU disse...

Fiquei triste de não entrar com meu álbum "Causos do Santiago", pequenos contos autobiográficos, editado pela Zarabatana


http://zarabatana.com.br/loja/product_info.php?products_id=108

Santiago (cartunista - quadrinista)

Neco disse...

Fico muito feliz com as indicações e agradeço pela lembrança. Só gostaria de sugerir que A Mente Suja de Robert Crumb também fosse indicado na categoria Publicação de Clássico.

Juscelino Neco

Mário Oliveira disse...

Olá pessoal,

Antes de mais nada obrigado por terem se lembrado de Futuros Heróis. Sempre bom ter esse tipo de reconhecimento, ainda mais em um ano tão frutífero. Fazer essas listas dão um trabalhão e sempre vai faltar fulano ou beltrano pra alguém, mas achei bem boa a seleção. Parabéns pelo trabalho.

Só tenho algumas considerações e nomes entre os indicados que senti falta:

Desenhista estrangeiro
Concordo com as colocações do Sidão sobre o Davi Aja e o Adam Hughes, creio que deveriam ser indicados o Paolo Rivera (Demolidor)e o Naoki Urasawa (Monster, 20th century boy)

Desenhista nacional
Gente, cadê a indicação pra Júlia Bax??? Achei que ela ia ser uma das favoritas este ano junto com o Shiko e os Caffagi nessa categoria. O trampo dela é absurdo de bom no Remy.

Edição especial nacional
Sei que este ano está concorridíssimo nessa categoria, mas vou fazer meu lobby também, pois creio que lancei meu melhor material até agora com Ciranda da solidão (Balão Editorial). Lembrem-se com carinho =]

Produção para outras linguagens
Acho que este prêmio deveria se limitar a coisas realizadas aqui no Brasil.
Que diferença faz premiar com um HQ Mix um seriado de TV ou filme gringo? Os caras lá fora tão se lixando pro HQ Mix...

Projeto editorial
'Antes de Watchmen' só deveria ser indicado se a categoria fosse de PIOR projeto editorial... e mesmo que a série prestasse, vale a pena indicar algo que é apenas tradução e reprodução de um projeto editorial estrangeiro?

Publicação de tira e/ou publicação independente de autor
'Cara, eu sou legal' (independente) da Marília merece uma indicação em uma dessas categorias.

Publicação independente edição única
Cadê a indicação pro 'Remy' (Diogo Bercito e Júlia Bax)?

Roteirista estrangeiro
Senti falta do Jeff Lemire (Sweet Tooth)e do Naoki Urasawa (Monster, 20th century boys)

Roteirista nacional
'Sabor Brasilis' tem um dos roteiros mais bacanas e bem construídos que já li em HQ nacional. O Hector Lima e o Pablo Casado merecem muito serem indicados.
E tem eu também, Mário César, pelo Ciranda da Solidão. Lembrem-se com carinho [2] =]

Desenhista revelação
O George Schaal merece muito ser indicado por Sabor Brasilis e Moschuitto.

No mais, acho que seria bom ter alguma premiação para o Catarse que virou uma baita plataforma de financiamento para quadrinhos independentes.

Acho que é isso e vamos que vamos.

De novo, parabéns pelo trabalho.

Abraços,
Mário César

Didi Helene disse...

de boa, falta mulher nessa lista, dá pra contar nos dedos quantas foram indicadas... com tanta produção feminina de super qualidade atualmente fica até meio ridículo ver essa quantidade de indicadas.

Gustavo Novaes disse...

Interessante, mas como vcs tem gente que foi nomeada como destaque iternacional por trabalhos que ainda nem sairam la fora, como o Greg Tocchini que esta sendo indicado por LOW, que so vai ter o primeiro numero publicado no final de julho la fora. Sei que ele trabalha com quadrinho americano ha muito tempo e sou fa da arte dele, mas como alguem pode ser indicado por um trabalho que ninguem viu ainda? (apesar de todas as previas ja divulgadas, o capitulo nao saiu)

Referente a artista internacional eu indicaria falarem do JH Williams III pelo trabalho que tem feito com a Batwoman.

Milena Azevedo disse...

Parando pra analisar a lista com mais calma, e lendo os comentários dos colegas aqui, endosso o pedido feito pelo Mário César para acrescentar o George Schaal na categoria Desenhista Revelação, e o Jeff Lemire para Roteirista Estrangeiro.

Também senti falta do ótimo I´m a German Shepherd, do Murilo Martins.

Outra coisa, o Visualizando Citações é também uma publicação mix, na qual eu escrevi os 31 roteiros e convidei artistas de diversas partes do Brasil (entre novos e veteranos) para desenhá-los.

Luis Garavello disse...

Parabéns pela lista, afinal compilar tantos nomes assim é um trabalho hercúleo.

Gostaria de fazer uma indicação que faltou e uma sugestão para uma categoria específica... A indicação seria para a categoria Exposição, onde senti a falta de uma exposição diferenciada: a Mônica Parade.

Sobre a categoria Produção em outras linguagens, entendo que talvez este ano não tenham havido muitas produções "não-adaptativas" mas não valeria a pena pensar em mídias novas?

Não seria possível considerar como Produção em outras mídias programas como os videocasts do Pipoca & Nanquim, os podcasts que falam de quadrinhos (ArgCast, MdM, MRG, Quadrimcast, Transmissão Fantasma, entre outros)?

J.BOSCO disse...

fiquei triste, não entrou na lista das publicações Independentes meu livro "J.Bosco Caricaturas", que teve lançamento no Rio...
abs
JBosco

SANTIAGO ABREU disse...

Bosco , vamos fazer um HQMIX só pra nós ?????
Santiago

JAL disse...

Oi J.Bosco, seu livro está duca, mas não há mais a categoria de livros de humor gráfico no HQMIX. Desde que reduziram o número de troféus se resolveu fixar em quadrinhos apenas. Já o livro do Santiago é de quadrinhos e essa exposição dos pré-indicados é justamente para acertar arestas, caso o juri ache que há argumentos para isso. Afinal quem conseguiu ler os cerca de 600 lançamentos do ano passado só na área de quadrinhos? Por isso criamos algo que não existe em nenhuma premiação do mundo, que é esse tempo de discussão aberta. E ainda para quem não concordar com a lista que sairá daqui como definitiva após a revisão, tem na cédula o ítem "outros" para que se possa votar em qualquer outro concorrente não indicado. Então, tecnicamente, quem não entrou nos indicados do juri da mídia, está concorrendo da mesma forma que eles. Já viram isso em outros prêmios pelo mundo? mesmo assim buscamos chegar sempre o mais próximo do ideal.

Greg Tocchini disse...

Olá meus caros, muito obrigado pela lembrança na pré indicação. Fico muito feliz. Mas gostaria de contribuir com algumas observações: começando pelo meu sobrenome complicado que é Tocchini e não Tochinni. Depois o LOW pelo que fui indicado ainda não foi publicado. Fiz outros trabalhos em 2013: Sequence Shot (Dead Hamister), Infiniti Section (LeLombard) e as capas para o HinterKind (Vertigo). Sei que estou atuando contra mim, mas vale para que a lista seja mais justa.
Outra observação é que senti falta de nomes como Julia Bax por Remyl e Amilcar Pinna de Another Planet e The New X-Men em Desenhista Nacional, Publicação Independente e Destaque Internacional.
Espero ter ajudado, muito obrigado pela atenção. Greg

Fernando Ventura disse...

Pessoalmente acredito que a comissão organizadora deveria se limitar a listar TODOS os lançamentos/autores de cada categoria (a cédula de votação não ia ser muito maior que a da eleição presidencial de 1989, afinal). Por mais boa vontade ou conhecimento que tenha a comissão, uma pré-seleção sempre passa por critérios pessoais. Alguns bem questionáveis, como "tal coisa foi o que mais vendeu" ou "tal coisa foi o mais divulgado". Também não entendo porque não existem categorias "técnicas", como arte-final, cores, letras e tradução. Se no HQ Mix o juri é formado apenas por profissionais da área então existem colegas capazes de julgar essas categorias (como acontece, por exemplo, no Annie, a premiação de animação americana).

RUBENS JUNIOR disse...

Ola, hermanos e hermanitas!

Sou meio suspeito para falar da lista, pois sou fã da maioria dos indicados. Já de cara aplaudo publicamente Alcimar Frazão (Me & Devil), e parabenizo todos os outros indicados.

Acrescento mais dois trabalhos lançados em 2013 que possuem algumas peculiaridades admiráveis:

STAND, de Rubens Junior.
Claro, meu filhinho, uma honra entrar para esta lista. Quem ainda não viu/leu, BASTA SOLICITAR POR EMAIL QUE ENVIO NA HORA (rubensmcjunior@gmail.com). Segue link com mais detalhes sobre a obra: http://osquadrinhos.blogspot.com.br/2013/11/rubens-junior-apresenta-stand.html

IRON MAN, parte 1 e 2, de Anderson Resende.
Obra totalmente independente (inclusive livre de gráfica), silkada, uma versão do Homem de Ferro 100% original, tanto em traço quanto em texto. Segue link sobre estas obras: http://osquadrinhos.blogspot.com.br/search/label/ART.%20ANDERSON%20RESENDE

Do mais, parabéns à comissão pela organização e por todo o evento, e boa sorte nas decisões finais.

Grande abraço a todos!
Rubens Junior.

Octavio Aragão disse...

Bom dia, pessoal, e parabéns aos talentos pré-indicados.

Apesar de achar que está tudo muito bem distribuído e equilibrado, venho cm algumas sugestões que, talvez possam ampliar as possibilidades de escolha:

NOVO TALENTO – ROTEIRISTA
Carlos Felipe Figueiras, que fez um excelente trabalho em A Carta, que também poderia estar em EDIÇÃO ESPECIAL NACIONAL, poderia ser incluído. Sem falar no Rodrigo Soldado, ilustrador do mesmo álbum, que apesar de ser um veterano na animação brasileira, estreou com classe e garra nesse projeto.

PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE EDIÇÃO ÚNICA
O Doutrinador, do Luciano Cunha, foi um raio-x das manifestações, do estado de espírito e do cenário socio-político nacional no ano que passou. Presença, creio, obrigatória.

WEB QUADRINHO
Impossível esquecer o impacto que as Pocket Comix, do Renato Lima, tiveram na internet, tocando em pontos-chave como feminismo, racismo e preconceitos sociais.

Mello disse...

Não sei dizer se estas categorias poderiam ser consideradas, mas vai mesmo como sugestão:

MELHOR CHARGISTA
MELHOR CARTUNISTA
MELHOR ILUSTRADOR
CARTUNISTA REVELAÇÃO
ILUSTRADOR REVELAÇÃO

Abraço e parabéns aos pré-indicados!

Jefferson Leite disse...

O Gusman citou A narradora das neves da Nemo, mas As Crianças das Sombras dos mesmos autores e editora, é ainda melhor!! Sobre os Quadrinhos Nacionais Independentes, senti falta de Remmy do Diogo Bercito e Julia Bax, das Tiras Nacionais senti falta de A Entendiante Vida de Morte Crens do Gustavo Borges e, do material nacional de Vidas Imperfeitas de Mary Cagnin, lançado pela HQM, tão bom no roteiro quanto na arte!

JAL disse...

Oi Mello, Já tivemos essas categorias anos atrás, menos as de revelação. Temos cerca de 45 troféus e em certo momento tivemos que reduzir dos antigos mais de 50. A solução foi centrar em quadrinhos apenas. Pode ver pelas postagens que todos querem aumentar os ítens dos troféus e aí iríamos ao invés de algo mais enxuto. A área de humor gráfico merece algo mais bem trabalhado. Aguarde.

Jefferson Leite disse...

Ah sim, concordo com o Marcelo Fontana, comprei TIKI e não poderia descrever maior satisfação em ler... Berardi & Milazzo são os melhores! Alias, mt bonito o troféu desse ano... tenho curiosidade de ver as fotos de TODOS os troféus já criados até o momento, pq são um mais bonito q o outro, mas nunca encontrei... será q o blog HQMIX não poderia publicá-las aqui? Abç!!!

Fábio Coala disse...

Fiquei imensamente feliz com as indicações. Não sei se ele não se inscreveu, mas senti falta do Willtirando em webtiras. Ele também publica diariamente há mais de 4 anos com uma qualidade impressionante.

Mad Max disse...

TROFÉU HQMIX:

Bem que vcs podiam criar uma categoria de VLOGERS de quadrinhos, né?

Tem vários super bacanas:
- CANAL DO COLECIONADOR:https://www.youtube.com/channel/UC3otu9Rp04mHiH4Ba1R1peg
- CENTRAL HQS: https://www.youtube.com/channel/UCT5pXCa8KPixHR9qcjmKHmw
- DOIS QUADRINHOS: https://www.youtube.com/channel/UC5So3EfqF5CaExjHEEgA8dg
- LUCAS MG: https://www.youtube.com/channel/UCigB2gqq28OHyhd42x-uUPw

Dentre vários outros.

São canais com bastante inscritos e que ajudam e auxiliam a galera nas compras.

Marcella disse...

Eu fico inconformada que lembram pouquíssimo aqui do sul. Ano passado já não indicaram a excelente CAPA PRETA, do Gustavo Ravaglio. Esse ano deixaram de fora a ótima iniciativa CLÁSSICOS REVISITADOS e o CIDADE-SORRISO DOS MORTOS-VIVOS, que é simplesmente a MAIOR publicação independente feita na história. Também já passou da hora de indicarem o André Caliman para desenhista revelação. Tudo bem que ele só publicou o Revolta! esse ano, mas as páginas dele já estão na internet desde 2012. Tudo isso é extremamente lamentável, chega de indicar só os mesmos, tem gente muito talentosa aqui, vocês não veem porque não querem

Mario Cau disse...

Oi, pessoal!
Estou MUITO feliz com a minha indicação de Desenhista, e pelas indicações de Terapia e Dom Casmurro.

Gostaria de sugerir, a partir desses meus trabalhos:
- Dom Casmurro e Terapia na categoria Projeto Editorial. Especialmente Terapia, que foi uma campanha bem-sucedida no Catarse, gerando vários subprodutos (Camisetas, palhetas, ArtBook)e que trouxe, no livro, uma seção caprichada de extras e bastidores.

Também indico o Felipe Greco como roteirista (revelação, eu acho, por ser uma primeira indicação?) por Dom Casmurro. O trabalho dele na adaptação foi esplêndido.

Rob Gordon e Marina Kurcis também merecem uma indicação como roteiristas por Terapia, assim como a Ana Recalde por Beladona.

Denis Mello na categoria Desenhista, também.

Caio Yo (Samsara Vortex) na categoria Desenhista Revelação.

Acho que é isso, por enquanto.

Abraços!


Eduardo Sales Filho disse...

Gostaria de sugerir a inclusão do gibi Meninos e Dragões na categoria de publicação infantojuvenil. Essa revista ganhou o Prêmio Angelo Agostini de melhor lançamento, então acho que merecia pelo menos ser indicada no HQ Mix.

Anderson Tavares disse...

Quero contribuir, indicando EDUCAÇÃO E VIOLÊNCIA NAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS DE BATMAN do autor Fábio Paiva!

Marcelo Miranda disse...

Caros membros da comissão,
faço aqui algumas observações, uma ou outra repetida de colegas acima, outras de sugestões, para tentar contribuir com o processo do prêmio.

1) Apesar de ser grande fã do trabalho tanto de Danilo Beyruth quanto de Cris Peter, não entendi por que eles estão indicados em "destaque internacional" por "Astronauta - Magnetar". É uma edição brasileira, feita no e para o Brasil. Pode ter sido publicada fora (merecidamente), mas isso se deu posteriormente, e não como uma atividade dos dois autores para o mercado estrangeiro, como me parece ser o sentido desta categoria (vide os demais indicados). Danilo e Cris devem concorrer em tudo que puderem, mas acho que aqui eles estão deslocados. Eu não sei o caso de "Duas Luas" do André Diniz, pois não conheço a HQ, mas se foi também feita para o mercado brasileiro, também acho que se enquadra nesta observação.

2) Na categoria de edição especial nacional, não consigo imaginar como ficaria de fora uma obra cuidadosa como foi a edição de luxo "Holy Avenger - Volume 1". Se não for nessa categoria, por se tratar de uma republicação, talvez ela coubesse em publicação de clássico. Mas ficar de fora como edição não me parece ser muito justo.

3) Reforço o coro de quem não enxerga "Antes de Watchmen" como "projeto editorial". Aquilo ali foi publicação mensal de uma minissérie, nada diferente de centenas e centenas de revistas mensais. O papel couché não a torna um grande projeto. Simplesmente não tem nada de muito notável ali.

4) Não entendi a indicação da revista mensal "The Walking Dead" 4-18 em PUBLICAÇÃO DE AVENTURA/TERROR/FICÇÃO, já que se trata de mera republicação de histórias já publicadas nos encadernados da HQM (e devidamente premiadas pelo próprio HQ Mix há alguns anos). Na prática, o prêmio está indicando um material que já premiou, com a diferença de que agora esse material sai em revista mensal. Faria sentido indicar os encadernados da série publicados ao longo de 2013. Mas indicar essas edições mensais eu acho que seja um erro básico.

Espero ajudar em alguma coisa.

Edson Diogo disse...

Obrigado ao júri pela lembrança mas como faço parte da comissão organizadora do premio, não acho correto o Mercado de Pulgas, um evento que eu organizo, está na lista dos pré-indicados.

Mad Max disse...

PO, ninguém vai comentar sobre os VLOGUERS que possuem canais no youtube sobre HQs?

ENOQUE DA SILVA disse...

Pode ser quase impossível isto acontecer, mas em 2013 lancei meu primeiro gibi independente, se visitarem o yutube e acessarem ENOQUE 2014, vocês conhecerão o meu trabalho, gostaria de me enquadrar no NOVO DESENHISTA, OU NA PUBLICAÇAÕ INDEPENDENTE- pois este gibi está indo para as principais capitais do BRASIL- ME MANDEM UM email por favor, enkluz@hotmail.com,

cristiano oliveira disse...

o documentário"Luz, Anima, Ação" é um filme lindíssimo!! um resgate histórico, uma homenagem acerca de toda a vida da animação brasileira!! um must see para todos aqueles que algum dia se interessaram pelo desenho animado!! nota 10

Ruptured Duck disse...

È sempre constrangedor ver autores reclamando que não foram indicados ou pedindo para o serem.
Isso me faz lembrar o motivo pelo qual no Brasil não existe crítica séria de quadrinhos. Porque quando alguém fala mal da obra, o autor leva pro lado pessoal e quer tirar satisfação com o crítico. Sendo assim, (não generalizando) muitas vezes quando critica-se quadrinhos, prefere-se criticar os dos próprios amigos, que é pra poder só elogiar.
Isso tanto é verdade que percebe-se alguns novos autores conseguindo suas indicações porque seus amigos do júri deram um jeitinho de encaixar. Mas como a gente já sabe que isso acontece mesmo, pelo menos existe essa seleção prévia para o debate.
Espero que algum dia os autores de quadrinhos amadureçam o suficiente para seja construído, de fato, um mercado. Nada de recém-lançar um gibi de estréia e já querer ganhar prêmio e holofotes.

Minha sugestão para Novo Talento Desenhista vai pra Camila Torrano, na revista Miolo Frito #1. Só ela é páreo pro Azeitona.

E não é minha amiga e nem quero que seja...

Maria Angélica Peixoto disse...

No item "livro teórico", faltou a obra de Nildo Viana, "Quadrinhos e crítica social - o universo ficcional de ferdinando", publicado pela Azougue, 2013, um livro de análise profunda do personagem Ferdinando e com outros méritos, como discussão sobre método e análise social.

Camilo Solano disse...

Olá!
Obrigado demais pelas pré indicações, fiquei e ainda estou muito emocionado com isso!!
Obrigado mesmo!!

ENOQUE DA SILVA disse...

Hoje tenho 27 anos e crio quadrinhos desde os 13 anos desenho quadrinhos, e hoje peço que a comissão julgadora da HQmix, visitem meu blog, pra ver se eu me encaixo em uma das categorias do prêmio,.Eu digo que crio quadrinhos por paixão e faço pra levar diversão aos leitores,não estou pedindo um prêmio e sim simplismente uma avaliação para PRODUÇÃO INDEPENDENTE OU NOVO DESENHISTA, se gostarem me mandem um email! OBRIGADO! no GOOGLE--enoquedasilva.blogspot.com.--
email,enkluz@hotmail.com. OBRIGADO!

Unknown disse...

Sugiro a inclusão de BIOCYBERDRAMA SAGA, do Edgar Franco e do Mozart Couto, uma das melhores publicações nacionais de 2013, e também a inclusão do Edgar como Roteirista Nacional.
Na categoria Livro Teórico, sugiro duas indicações:
Fanzine na Educação, do Renato Donisete Pinto, publicado pela Marca de Fantasia

Histórias em Quadrinhos e Práticas Educativas,organizado por Elydio dos Santos Neto e Marta Regina Paulo da Silva, da editora Criativo.

Senti falta de mangakás na lista.
Se 20th Century Boys está na lista, porque o autor, Naoki Urasawa, não está indicado como melhor Desenhista e Melhor Roteirista? Então, sugiro a inclusão do autor na relação.

Prá finalizar, a Marca de Fantasia, do Henrique Magalhães, deveria constar na lista de Editora do Ano pelo belo trabalho que realiza pelos quadrinhos, não só em 2013, mas em todos os anos.


Obrigado

Vencys_lao disse...

Eu senti falta de nomes como Julia Bax por Remyl e as Tiras do Will Leite!

Além da Julia, tem o Davi Calil tbm como desenhista nacional.

São nomes que tiveram destaque com seus quadrinhos. Acho que devem ser lembrados por aqui!

Ruptured Duck disse...

Mais algumas considerações:

Em alguns casos, há indicações repetidas além da conta. Friquinique está em 3. Publicação Mix e Publicação Independente de Grupo ainda vai, mas a categoria Edição Especial Nacional deveria se restringir às editoras formais.

Web Tiras deveria ser para trabalhos exclusivos da Web. Coelho Nero e Overdose Homeopática que já constam na categoria Publicação de Tira não deveriam estar com indicação repetida. A maioria das tiras publicadas em jornais também existem na web. São todas web tiras, então?

Última Quimera se encaixa mais em Web Quadrinho do que Web Tiras. Concordo que a estrutura usada é de tira dominical mas esse formato não é publicado nos jornais do Brasil, então acredito que foi indicada como Tira pelo fato de ser de humor. Mas se assim o fosse, Quadrinhos Ácidos se encaixa mais em Web Tira do que Web Quadrinho.

No caso da Overdose Homeopática que já consta na categoria Publicação de Tiras, também aparece na categoria Edição Única. Por que afinal?
Vocês estão jogando urucubaca no Marco Oliveira? Será que um dia não existirá a chance dele publicar o número 2 dando sequência a sua compilação?

Conforme destacado pelo Sidney Gusman, nas categorias Publicação Independente De Autor e Publicação Independente Edição Única, os critérios de escolha me parecem confusos.
Por exemplo, a revista do Brão Barbosa também se trata de independente edição única mas só consta na primeira. Não que devesse constar nas duas. Justamente não deveria haver ambas.

O Quarto Vivente não será edição única. É a primeira parte de uma série em desenvolvimento. Não se adequa à categoria. A história mal começou.

A Turma da Mônica tem o monopólio de indicações. A isenção me parece comprometida. Fica aquela impressão chata de que os jurados o fazem pra agradar a comissão do prêmio. Pensem nisso. Como em Publicação Infantojuvenil não consta a edição especial de aniversário do Zé Carioca que resgatou a publicação completa, pela primeira vez no mundo, das clássicas tiras de jornal?
Aquelas tiras também poderiam estar indicadas em Republicação de Clássico. E não Holy Avenger, como alguém exageradamente sugeriu.

Fábio Yamaji disse...

Essa pré-indicação do documentário Luz, Anima, Ação! para Produção Para Outras Linguagens, além de merecida, é importantíssima para área de Animação neste momento, que apesar de viver um ótimo momento nos longas e séries segue com a produção autoral e livre do curta-metragem ameaçada e esquecida. Torço muito para que avance para a indicação.

Guilherme Kroll disse...

Gostei muito da lista, mas senti falta da JBC como editora do ano.

Felipe Boani disse...

ERA DA FERRUGEM! Essa parada é boa hein! :)

Sergio Barretto disse...

Excelente lista! Especialmente em um ano de FIQ e de excelentes obras.

Só senti falta da indicação de Tiki - O Menino Guerreiro (Berardi & Milazzo, publicada pelo Quadro-a-Quadro) na categoria Clássico. Todas indicadas nesta categoria são obras extraordinárias e acredito que Tiki está no mesmo nível delas.

ENOQUE DA SILVA disse...

Considero que seja um trabalho arduo e difícil aos jurados da HQMIX, escolher tanto talento surgindo por aí, e avaliar tanto trabalho, meus muito obrigado! Boa sorte aos premiados! e Sucesso a todos!Não Parem de produzir!

A Leitura dos Quadrinhos disse...

Caros.

Sei o trabalho que é elencar uma lista como essa. Só tenho de dar meus parabéns à organização do prêmio e aos colegas que fizeram a seleção dos nomes.

Sei também que é dificílimo haver uma unanimidade em listas assim. Ciente disso, e longe de querer advogar em nome desta ou daquela obra, faço aqui apenas alguns comentários pontuais, no intuito de colaborar com a qualidade da lista de indicações.

Nas indicações de "edição especial nacional", faltou "O Azul Indiferente do Céu", melhor dos dois trabalhos de Shiko publicados em 2013. A obra é da editora Marca de Fantasia.

Por ter sido publicado por uma editora, entendo que seja essa a categoria mais adequada para a publicação, e não a de "publicação independente edição única".

Pelos mesmos motivos, reavaliaria a presença do ótimo "Friquinique", este sim independente, em "edição especial nacional".

Gosto muito do trabalho de Bruno Azevêdo. Que acompanho há bem mais de dois anos. Logo, não seria justo tê-lo na categoria de revelação.

Não sei se "Antes de Watchmen" pode ser considerado um projeto editorial. Está mais para uma série longa, dividida em capítulos temáticos. Revaliaria.

Por fim, já existe demanda suficiente para justificar a divisão de duas das categorias em nacionais e estrangeiras: adaptações e livro teórico.

Ou, no meu modelo ideal, apenas nacional (que é quem o prêmio deveria valorizar, como ocorre no Eisner, no Harvey e em tantos outros). Se os norte-americanos se premiam, por que nós deveríamos premiá-los de novo? Para pensar.

Reforço que os comentários só tiveram o intuito de colaborar com prêmio.

Deixo um forte abraço a todos,

Paulo Ramos.

A Leitura dos Quadrinhos disse...

Caros.

Eu me esqueci de inserir uma última sugestão (peço desculpas pelo envio de mais um comentário): há a necessidade de inclusão de "Quem Matou o Libório", de Orlandeli, na categoria de edição independente única.

No meu entender, foi um dos melhores trabalhos nacionais de 2013.

Renovo os abraços a todos,

Paulo Ramos.

Unknown disse...

Parabéns aos envolvidos por mais um baita trabalho de garimpo, mas tenho algumas ressalvas para levantar.

1- A categoria Adaptação para os Quadrinhos deveria ser dominada por autores nacionais, afinal, todas editoras investem nisso.

2- Continuo achando as categorias Desenhista e Roteirista Estrangeiro bem sem sentido. Faz mais sentido premiar os títulos gringos, pois envolvem o trabalho de alguém daqui para adaptá-los.

3- Alex Genaro, indicado ao HQMix como desenhista nacional também colaborou com a Imaginários em Quadrinhos #1, que foi lançada em 2013.

4- JBC deveria estar entre as editoras do ano. Lançou muita coisa boa em 2013.

5- Em Novo Talento - Desenhista, o nome da publicação é Imaginários em Quadrinhos.

6- Antes de Watchmen não faz sentido mesmo. Concordo com o Sidão.

7- Vou ter que defender o meu peixe aqui. Em Publicação de Aventura/Terror/Ficção estranhei a ausência da Imaginários em Quadrinhos, que lançou dois volumes ano passado e tem dois indicados entre os desenhistas.

8- Publicação Mix - O nome da publicação é Imaginários em Quadrinhos. A indicação é apenas para o segundo volume ou para a série? Já que foram lançados dois números ano passado.

Acho que por hora é só isso!

Raphael Fernandes

Uchinan disse...

Muito boa lista mas gostaria de sugerir o livro "Folheteen-Direto ao ponto" nas categorias:
Ediçao ESPECIAL NACIONAL e
Publicação Independente de autor

Um ótimo material que abrilhantariam estas categorias.

Bruno Pinotti Tamburini disse...

Luz, Anima, Ação, além de resgate histórico é um feito grandioso, pois o resgate do material apresentado, e todo o panorama da animação brasileira é algo que deveria ser visto por todos que se dizem minimamente interessados no assunto! Parabéns pela pré-indicação, e que venha o prêmio!

Cristopher Gegembauer disse...

Olá, eu gostaria de deixar minha sugestão para "Folheteen - Direto ao ponto" e CENA HQ .

Sidney Gusman disse...

Caros, lembrei de uma webtira incrível: Armandinho, do Alexandre Beck, que é um sucesso na internet. Link aqui: https://www.facebook.com/tirasarmandinho

liber disse...

Olá!

Eu sou Liber Paz, autor de "as coisas que Cecília fez" e gostaria de agradecer muito, mas muito mesmo, por estar entre os pré-indicados. Trata-se do meu primeiro trabalho publicado e estou muito feliz. Agradeço a todos e a todas pela oportunidade.

Também gostaria de divulgar meu trabalho para aqueles que ainda não o conhecem. Até dia 25 de abril, estou disponibilizando a leitura online de "as coisas que Cecilia fez" no meu blog: http://liberland.blogspot.com.br/2014/04/cecilia-indicada-para-o-hqmix.html

Vocês também podem conferir outros trabalhos de quadrinhos meus em: http://liberland.blogspot.com.br/p/quadrinhos.html


Muito obrigado!
:-)

José Aguiar disse...

Agradeço muito a todos que estão mencionando o meu Folheteen- direto ao ponto para concorrer a mais categorias. É um livro feito com muito carinho e desejo que todos o conheçam. Por isso deixo aqui um link com um vídeo e imagens do livro para que descubram o universo de Malu e seu Folheteen: http://quadrinhofilia.com.br/projetos/folheteen-direto-ao-ponto/

José Aguiar disse...

Também fiquei muito contente com a indicação do CENA HQ ao prêmio na categoria Produção para outras linguagens. Trata-se de um projeto sem igual no mundo. Uma série de espetáculos ao vivo que unem, quadrinhos ao teatro, vídeo e música. Após eles os autores debatem com encenadores e plateia sobre a obra. Estamos em nossa terceira temporada, mensalmente no Teatro da Caixa em Curitiba, com 21 HQs nacionais (independentes e de grandes editoras) e também argentinas já encenadas. Dia 07/05 realizaremos Almas Públicas de Marcello Quintanilha, que volta ao Brasil para prestigiar nosso evento. Para ter uma ideia de como é o Cena HQ assistam ao clipe aqui: http://quadrinhofilia.com.br/projetos/cenahq/

Bianca disse...

olá, eu sou Bianca Pinheiro, a autora de BEAR, e fico muito contente de ver minha webcomic entre os pré-indicados na categoria Web Quadrinhos.

convido à leitura dos que ainda não a conhecem, ela está inteiramente disponível online. e gostaria de adiantar também que, ainda esse ano o Volume 1 da HQ sairá impresso pela editora Nemo.

http://bear-pt.tumblr.com

grande abraço!

Bianca disse...

ah! gostaria de deixar minha opinião aqui também! eu gostei muito dos indicados e estou particularmente feliz com a indicação da HQ "as coisas que Cecília fez", do Liber Paz. acredito ter sido uma das melhores publicações nacionais desse ano. =)

abraços!

José Aguiar disse...

Também gostaria de deixar algumas sugestões a indicados ao prêmio:

Webtira:Hugo,de Felipe Sena
Web Quadrinho: Revolta, de André Caliman, que indicaria também para Desenhista Revelação
Publicação Independente de grupo: Cidade-Sorriso dos Mortos-Vivos.

Octavio Aragão disse...

Lembrei agora de um belo candidato a Produção Independente Edição Única:

Merzbau, do Daniel C.P. Lima

Luciano Salles disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Axle, o vagabundo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vinícius Falcão disse...

Deve ser muito difícil escolher os nomes por cada categoria, mas senti falta, nas categorias de "Publicação independente de autor" ou em "Publicação independente edição unica" da hq "Malu- memórias de uma trans" do Cordeiro de Sá. Penso que foi um projeto muito interessante,por abordar temas sempre polêmicos, como identidade e sexualidade.São temas que estão sempre em discussão,mas que no ano passado estiveram em alta na mídia e em redes sociais por conta dos acontecimentos com a comissão de direitos humanos,a cura gay e a discussão que se seguiu. Também acho muito rica e inesperada a forma como a narrativa é construída, usando um traço mais "cartum " e "fofinho" , mesclado a fotografias, para tratar de uma questão séria. E no fim das contas,funciona. Se torna um livro sobre uma pessoa contando sua história, de maneira que a leitura flui muito bem. Para encerrar, também foi um ganho muito grande que a revista tenha sido distribuída gratuitamente, tanto em sua versão Impressa quanto Digital, cujo link segue abaixo. Acho que valeria muito a pena rever a indicação de "Malu"

abração!

http://issuu.com/cordeirodesa/docs/rphq_malu-mem__rias_de_uma_trans_co

hectorlima disse...

Oi, pessoal da Comissão!

Muito obrigado por lembrarem de SABOR BRASILIS, é uma honra para a gente.

Os artistas dessa graphic novel são bons candidatos a revelação: Felipe Cunha e George Schall. Esses dois fizeram um trabalho ótimo e estão começando a publicar mais no Brasil e exterior. O Schall por exemplo fez a dinâmica arte de MOSCHITTO.

Como também é Camila Torrano, desenhista das coletâneas MIOLO FRITO e da graphic novel A TRAVESSIA, lançada em 2012 (cito esta última como referência).

Gostaria de indicar também Felipe Sobreiro como Destaque Internacional. Ele é desenhista mas tem sido muito elogiado como colorista por seu trabalho em LEGEND OF LUTHER STRODE para a Image em 2013.

Por fim destaco o álbum nacional CIRANDA DA SOLIDÃO do Mário César, uma obra sensível que mostra como o Amor independe de orientação sexual.

obrigado pelo espaço.

Alex Mir disse...

Acho que temos publicações o suficiente para dividir a categoria Publicação de Aventura/Terror/Ficção em três, uma para cada gênero. Além de premiar outras publicações, ótimas HQs que ficaram de fora poderiam aparecer na lista.

Senti falta de duas publicações:

- Cidade Sorriso dos Mortos-Vivos
- Clássicos Revisitados

Parabéns ao júri pela lista!

Rogério Faria disse...

Pessoal, se tiver espaço, gostaria de sugerir o meu trabalho de webtiras: www.osbrasinhas.com.br . Lá busco tratar de política por meio de humor leve e acessível a todos os públicos, inclusive os que não acompanham o tema. São os presidenciáveis em versão criança. Sei que só tem fera aí, mas seria bacana conhecerem minhas tiras. Abraço.

edilaine correa gonçalves disse...

Seleção muuuuuito interessante, alguma já tive o prazer de ler e prestigiar o trabalho do(s) artista(s), outras, serão consultadas em futuro próximo.

Eis aqui um espaço que permite conhecermos parcialmente os nomes de pessoas empenhadas e entusiasmadas com a arte.
Não perderei a premiação por nada.

Parabéns pelo trabalho hercúleo que impulsiona sonhos, crescimento e reconhecimento no meio artístico, trabalhando para historiar nossa forma de comunicação e expressão.
Parabéns a todos já mencionados e aqueles que estão em processo de "gestação".
Abraços
Edilaine Correa

Valnei Andrade disse...

Olá! Senti falta da indicação para a categoria de “Melhor publicação independente” a HQ “Malu — Memórias de uma Trans”, roteirizada e desenhada por Cordeiro de Sá. A publicação de 2013, produzida em Ribeirão Preto, tem a peculiaridade de acompanhar a descoberta de um garoto para a transexualidade e a sua empreitada por direitos. O tema é bem apropriado por tratar de homofobia, redesignação sexual e direitos civis.
“Malu” sai pelo mesmo selo que já editou três volumes do projeto coletivo RPHQ. O autor Cordeiro de Sá é também o idealizador e coordenador do projeto. Fica o toque. Parabéns a todos pela continuação do prêmio HQMix!

Orlandeli disse...

Opa! Muito feliz pelo "Última Quimera" mais uma vez ter sido lembrado. E agradeço àqueles que citaram o "Eu matei o Libório" na inclusão da lista final. Forte abraço.

Ivan disse...

Eu gostaria de sugerir o "Folheteen - Direto ao ponto" para concorrer nas categorias EDIÇÃO ESPECIAL NACIONAL, PUBLICAÇÃO INDEPENDENTE DE AUTOR e
José Aguiar na categoria melhor desenhista nacional.

Orlandeli disse...

Aproveitando. Publicação de tiras sugiro a edição muito bem cuidada do "Bobo da Corte" do Ruis.

Dario Teófilo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dario Teófilo disse...

Acho que este prêmio é o grande aglutinador dos melhores trabalhos em quadrinhos no país.
Neste sentido eu gostaria de manifestar a falta que senti pelo trabalho MALU, do cartunista Cordeiro de Sá, pois já trabalhei com o universo de transexuais e travestis, e este trabalho vem representando um grande e necessário enfrentamento ao estigma e preconceito que esta população sofre! A HQ é um serviço público, com relevância para as políticas públicas de direitos humanos.
http://issuu.com/cordeirodesa/docs/rphq_malu-mem__rias_de_uma_trans_co

Mirnapag disse...

Endosso os comentários acima. É preciso valorizar a arte também no seu papel social.O trabalho Malu do cartunista Cordeiro Sá, além da qualidade técnica, contribui para que os transexuais saiam da invisibilidade e contribui para o enfrentamento de estigmas que envolvem a sexualidade humana.

arcamobius disse...

Olá!

Eu gostaria de que na premiação fossem incluídos trabalhos que tivessem buscado ampliar a visibilidade dos quadrinhos, para reforçar o mérito destas iniciativas. Histórias em quadrinhos ainda é , ao meu ver, algo muito restrito a um nicho especifico, não recebendo o devido valor que recebem Cinema e Literatura escrita, por exemplo. Assim, essas indicações já seriam, ao menos, um reconhecimento.

Seria mais do que justo uma indicação para a exposição das Mônicas, que foi noticia no pais todo e trouxe possibilidade de novos olhares para os quadrinhos, na categoria Exposição.
Pelo mesmo motivo, concordo que "Malu- memórias de uma trans" deveria ter sido indicada, já que reforça as possibilidades dos quadrinhos como uma linguagem forte que pode falar de qualquer assunto para todos os públicos.

Foi ótima a indicação da HQM, que tem investido em publicações para bancas, o que também pode trazer novos leitores para os quadrinhos- também acho que os quadrinhos de livraria,em capa dura e preços altos restringe muito, normalmente atingem só os já leitores antigos, e pior, com maior poder aquisitivo. Pelo mesmo motivo, estranhei o fato da JBC não ter sido indicada.

E discordo da indicação de "Antes de Watchmen" como projeto editorial; a Panini aqui não fez nada de diferenciado, apenas seguiu o padrão com o qual costuma publicar suas histórias.

Grato! um abraço!

Gustavo.

Fabrício Valério disse...

Muito feliz de ver Gigantes, Cuidado, obra que editei com muito carinho, entre os indicados.

Ruptured Duck disse...

É importante que homossexuais estejam representados nas HQs e que estas discutam seus direitos civis. Mas uma obra não pode ser indicada exclusivamente por causa de seu "suposto papel social". Não é esse o critério que norteia a qualidade.
A HQ deixa muito a desejar graficamente, onde o autor somente teve disposição para desenhar os personagens, relegando o cenário a reles fotos.
Muitos autores tem dificuldades com cenário e ambientação. Esteticamente falando, faltou considerar o conjunto. O autor preferiu a saída mais fácil.

Cordeiro de Sa disse...

Agradecendo aos comentários, apoios e críticas sobre a HQ "Malu, memórias de uma trans", só me preocupo em esclarecer ao Ruptured Duck que não busquei, como autor, o caminho mais fácil ao desenvolver roteiro e arte! Por isso, entendo que as manifestações de apoio são legítimas e não se baseiam apenas no fundamento social da obra
As opções que nortearam o trabalho foram de linguagem mesmo - houve imagens que demandaram viagens para outras cidades ou mesmo empréstimo de locações para serem produzidas. Bom, fica o link para que os próximos leitores formem suas próprias opiniões pois sei que, afinal, escolhas não agradam a todos: http://issuu.com/cordeirodesa/docs/rphq_malu-mem__rias_de_uma_trans_co

CHANCELARIA disse...

Gostaria de sugerir dois cartunistas "monstros" para participar no próximo ano...Acompanhem os trabalhos deles...vale a pena!

https://www.facebook.com/pages/Tapejara-o-%C3%9Altimo-Guasca/141101619390399?fref=ts

https://www.facebook.com/edibardasilva?fref=ts

Vlw...